Pré-Coleção Outono 2020 Feminino

Painted in Prada

O poder da criação artesanal e o impacto da imagem; o relacionamento íntimo com a peça; o poder e a positividade da cor. A indefinição entre o real e o digital, agora vivenciada diariamente, transmite uma nova ideia de intimidade, uma realidade surreal que reflete estes tempos peculiares. A campanha da Pré-Coleção Prada Outono 2020 foi criada para reagir às mudanças no mundo, combinando humanidade e tecnologia, cada uma igualmente importante, num meio híbrido de comunicação, expressão e criatividade.

Na Pré-Coleção Outono 2020, concebida e criada em conjunto com a Coleção Masculina Prada Outono/Inverno 2020, apresentada em janeiro, a cor é a ferramenta utilizada para reajustar peças clássicas, dando a elas um aspecto novo e surreal. A campanha publicitária, fotografada por David Sims em Londres no dia 13 de fevereiro de 2020 e pintada em Nova York nas semanas seguintes, questiona a fisicalidade: as cores vibrantes da coleção são isoladas, abstratas, colocadas no centro do palco, destacando sua essência material e sua simplicidade irresistível. Peças coloridas se tornam cores puras, desafiando o formato típico das fotografias.

As imagens e vídeos da campanha combinam aquarelas pintadas à mão com arte digital. As fotos em preto e branco de David Sims, que retratam a modelo Freja Beha Erichsen, são como telas monocromáticas para intervenções subsequentes, expressões criativas por meio de cores saturadas, aplicadas com espontaneidade improvisada na imagem. As silhuetas das peças, suas costuras e seus padrões exploram fortemente a cor, tornando-se “telas” pintadas numa dezena de tons Prada, inclusive azul-celeste, rosa, amarelo, laranja, verde e outros. Os vídeos da campanha oferecem uma surpresa adicional, transformando a modelo em criadora: com um gesto surrealista, Beha Erichsen determina sua própria imagem, torna-se autora de si mesma ao aplicar cores em suas roupas e acessórios, dando-lhes vida. Esses vídeos também criarão uma narrativa de vários níveis nos portais digitais e na conta da Prada no Instagram.

Numa época na qual nossa experiência de sociedade e cultura é definida por imagens, em computadores, celulares, televisão e revistas, com as pessoas forçadas a se distanciarem, esta campanha se inspira no imprevisível, na imperfeição do artesanal e na natureza inacabada das interações humanas. É um reflexo subconsciente do momento histórico que estamos vivendo, desfazendo a fronteira que separa a fotografia da pintura e a tecnologia do homem. O poder da cor por meio do poder da tecnologia, duas maneiras de comunicar uma mensagem imediatamente. Fundamentalmente, trata-se de uma mensagem de positividade, uma fantasia pintada com cores Prada.

Créditos

Fotografia de David Sims

Direção criativa
de Ferdinando Verderi

Styling
 de Olivier Rizzo

Vídeos
de Ferdinando Verderi

Modelo
 Freja Beha Erichsen